Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

horas extra

Blog de escrita nas horas extra dos dias

horas extra

Blog de escrita nas horas extra dos dias

# Do Amor moderno (feat. the great Billie Holiday)

11054788_524357561049236_1584095138175537273_o.jpg

 as perseides- via Friends of NASA- todos os direitos reservados a Alan Dyer - 

Credit: Andre van der Hoeven
Location: Neroth, Germany 
Date: August 12, 2015

Escrito em 1822, Do Amor de Stendhal, poderá ser complementado atualmente com as crónicas sobre o amor moderno publicadas no NYTimes.

No entanto, creio que há palavras que são perenes, grandiosas, seiva pura, jamais morrerão, como a maravilha que está na foto que contempla neste momento. 

Ora, se atualmente o Amor é catálogo, descartável, rápido e paradoxalmente difícil, nada catalogável, durável, único, Stendhal supera claramente Alberoni e todos os contemporâneos- filósofos e neurologistas que tentaram estudar o Amor.

E, portanto, palavras magníficas como estas - " Basta uma pequena réstia de esperança para provocar o nascimento do amor. (...) O nascimento do amor admite prazos muito mais longos entre todas as épocas.

Nas pessoas frias, fleumáticas, prudentes, exige mais esperança , e uma esperança mais sustentada. E acontece o mesmo com pessoas já de uma certa idade." ( Stendhal)- arrasam qualquer catálogo ou prédefinição tão adequadazinha.

                             Terá tudo de ser formatado e adequado aos tempos modernos?

                              para escutar e ler se puder - Do Amor ( Stendhal) - 

                            https://www.youtube.com/watch?v=De_xthmIUO8&hd=1 Billie Holiday

                                        @marinamalheiro