Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

horas extra

Blog de escrita nas horas extra dos dias

horas extra

Blog de escrita nas horas extra dos dias

# Um nicho de mercado chamado Homem

5b6ac6fdd2e6ed52ede0884c541082b3.jpg                                             foto de blog.brancoprata.com

a ideia central que subjaz a toda a criação empreendedora é a inovação; um nicho de mercado intocado e lucrativo. junte-se agora também a ideia da utilidade , usabilidade e acessibilidade e aguarde-se o fervilhar do negócio. para isso é precisa uma extrema resiliência e capital q.b. .

neste momento, criar tudo o que facilite a vida ao Homem, mesmo que não precise nem tenha pensado nisso, é a chave de tudo. [ como se fosse necessário pensar constantemente na utilidade das coisas e não apenas vivenciá-las.] paradoxalmente criar produtos de facilitação diminui exponencialmente a empregabilidade.

[ precisaremos de tanta coisa? criar significados, dizia um poeta, é vital. criar postos de trabalho, acrescento, é o fio de prumo da economia. tem de ser.]

ainda bem que alguém inventou a música, sempre a criar significados em nós.

@mmalheiro

 

# Da cotação de um trabalhador em Portugal

b82651c47e1b36a46d9f1ca75efffd6a.jpg

                                  Foto Artur Pastor ( Douro)

                                 Há dias diziam-me que era absolutamente normal um trabalhador licenciado ter uma remuneração mensal de 600 euros. Normal não é. Talvez seja neste país em que se pratica cada vez mais aquilo que é denominado de "dumping laboral", o pagamento ao mais baixo custo possível.

Pensei, então, que tal como existe um "mercado" para os jogadores de futebol, os atletas mais bem pagos de sempre, qual será a cotação "em bolsa" de um trabalhador licenciado, com 4 ou 6 anos de estudo, versão pré-Bolonha e quase 20 anos de trabalho efetivo.

Qual será a cotação em bolsa de trabalhadores de quase 50 anos com precariedades laborais e imensa experiência de vida? Qual será a cotação em bolsa de jovens de 25 anos em permanentes estágios de inserção ( bolsa-emprego)?

Algo tem de ser mudado no Direito do Trabalho em Portugal, a bem de uma bolsa de valores verdadeiramente robusta  para todos os trabalhadores, de todas as idades e categorias profissionais.

@mmalheiro

 

# Dançar na corda bamba

3b06b49c7890d7600482ed7724e942cd.jpg                                                    Lisboa, 1971, s/a

                           às vezes é verdadeiramente revoltante viver neste país: um sistema de gestão de recursos humanos, de gestão de processos claramente falho. diferentes sistemas informáticos, diferentes metodologias de trabalho, plataformas de vida profissional diferenciadas e claramente decadentes em alguns setores. onde está a inovação e agilização dos processos, onde ficou a noção de pensar no funcionário/ no colaborador em mais do que uma pessoa com um código de barras, um número interno como pessoa numa sociedade? onde ficou a noção de que um trabalhador é um ser humano e de que é possível pensar a gestão de processos muito para além da mediania?

às vezes é verdadeiramente revoltante viver neste país.

@mmalheiro

 

# Do acesso bloqueado ( feat. Bjork and Thom Yorke)

Separao-de-correio.25.jpg                                                 Separação do correio, Lisboa, Portugal, via Pinterest

                              Li e soube hoje que vão ser dispensados (verbo mais suave do que o verbo demitir) 100 trabalhadores de um Banco português. 

Alguns deixaram de ter acesso ao seu serviço.:casos de irem fumar à rua e já não conseguirem passar o cartão de acesso. É gritante esta forma de tratamento a trabalhadores num Estado de Direito.

Passaram a ter o acesso bloqueado. A porta que agora se abrirá é a de casa. Uma pena.

I've seen it all ( all rights reserved to Bjork and Thom Yorke)

@mmalheiro

 

 

 

 

# Wanderlust ( feat. Nyman)

a0f4596a2e7da7c3ce3a8bf6add0e955.jpg

                           [ a falta de ética dos outros ,em local de trabalho, leva-nos a repensar claramente a rota de vida. o que faremos quando tudo arde? gestão estratégica de voo. ]

                              bisadíssimo aqui e no Jazzística- Nyman - dá para correr e para pensar ...

                                                     aos que têm de redefinir voos e rotas, sem medo.

                                                        [ aos meus pais]

                                                    @mmalheiro

                                      

# Da CRP- 40 anos- do Direito ao Trabalho

8c94bb65988b062e5a3bc7576e8150bc.jpg                                                     via Pinterest.

                                                     40 anos de CRP e tanto direito ainda por cumprir, como o Direito ao Trabalho. 9 mil professores com mais de 10 anos de trabalho permanecem ano após ano, em precariedade, investigadores desenvolvem trabalho reconhecido na área da Imunoterapia aguardando um posto de trabalho, milhares de trabalhores em regime de recibos verdes, bolseiros em precariedade, emigração forçada para enfermeiros, farmacêuticos, professores e outras profissões. um país que não dá resposta, apesar do Portugal2020.

Quando dará?

"A 25 de Abril de 1974, o Movimento das Forças Armadas, coroando a longa resistência do povo português e interpretando os seus sentimentos profundos, derrubou o regime fascista.

Libertar Portugal da ditadura, da opressão e do colonialismo representou uma transformação revolucionária e o início de uma viragem histórica da sociedade portuguesa.

A Revolução restituiu aos Portugueses os direitos e liberdades fundamentais. No exercício destes direitos e liberdades, os legítimos representantes do povo reúnem-se para elaborar uma Constituição que corresponde às aspirações do país.

A Assembleia Constituinte afirma a decisão do povo português de defender a independência nacional, de garantir os direitos fundamentais dos cidadãos, de estabelecer os princípios basilares da democracia, de assegurar o primado do Estado de Direito democrático e de abrir caminho para uma sociedade socialista, no respeito da vontade do povo português, tendo em vista a construção de um país mais livre, mais justo e mais fraterno.

A Assembleia Constituinte, reunida na sessão plenária de 2 de Abril de 1976, aprova e decreta a seguinte Constituição da República Portuguesa:(http://www.parlamento.pt/LEGISLACAO/Paginas/ConstituicaoRepublicaPortuguesa.aspx)"

in Preâmbulo , CRP, VII Revisão Constitucional, 2005

@mmalheiro

 

 

# Inversão de marcha (feat. Sitiados)

De súbito o carro abrandou,cansado. Resolveu fazer uma inversão de marcha."Mudem de rumo, mudem de rumo" tocava na Rádio. Nesse momento soube como era vital essa inversão. Nada a fazer.

                      Sitiados , cover do original de Zeca Afonso "Formiga no carreiro" ( todos os direitos reservados aos Sitiados / Zeca Afonso).

                         " mUdem de rumo/ mudem de rumo/ já lá vem outro carreiro (...)

                            (...) vinha em sentido diferente (...) 

                            @mmalheiro

# Das vidas em modo standby ( feat. Sigur Rós)

 

     Neste momento há 23000 vidas em standby. São portugueses, altamente qualificados e desprezados enquanto classe profissional. Fazem queixas na Comissão Europeia, no Provedor de Justiça e tudo fica na mesma.

  Esperam há anos por algo que lhes é devido em pleno direito: o trabalho digno, remunerado, com concurso justo , sem erros, pela graduação profissional.

 Estão em modo standby . Qual é a justiça disso? Quando pagará alguém finalmente o preço por esta injustiça? Daqui a um mês nas urnas. Claramente.

@mmalheiro

                        Sigur Ros., Festival

                         aos professores contratados portugueses, aos meus amigos.

                      

 

 

 

 

 

# A difícil arte de simplificar

Numa sociedade, em que cada vez mais tudo é preparado para facilitar os dias, como o toque de uma APP para nos dizer que temos de beber água ou de que hoje é o dia dos amigos ou dos fulanos ou do café, etc, etc,e, para de certa forma inconscientemente "estupidificar" o pensamento, é cada vez mais difícil simplificar.

Como os formulários que se tem de preencher na vida burocrática, o carimbo que tem de estar no local certo, a designação correta da atividade profissional na CAE senão o sistema não aceita, assim são os dias, paradoxalmente, em pleno século XXI, a complicar, a deixar de "saber ver" de uma forma "clean".

Temos de seguir a "complicação" no meio da multidão, mesmo que não nos identifiquemos.

Como escrevia Thoreau ( in Walden) há mais de um século :"Simplicidade, simplicidade, simplicidade! (...) A nossa vida é uma Confederação Germânica, composta de insignificantes estados e com as fronteiras sempre a flutuar. (...) A própria nação, com todas as chamadas melhorias internas, aliás externas e superficiais, é apenas uma instituição desajeitada e sufocante, atravancada de móveis e obstruída pelas suas próprias armadilhas (...). Mal saberia Thoreau...

Há precisamente uma semana, um professor português, considerado um dos melhores do mundo, deu uma aula magistral, de uma forma simples, original,

 

                                  remetendo para uma ideia que partilho. ( Anúncio dos 50 anos BIC). 

                                      @marinamalheiro