Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

horas extra

Blog de escrita nas horas extra dos dias

horas extra

Blog de escrita nas horas extra dos dias

# Ganhar balanço para o salto de coragem ( feat.Vampire Weekend)

A análise de risco , em qualquer situação de vida ou profissional, envolve sempre uma boa dose de coragem.

Se para alguns dar um mortal invertido a 12 metros para a água é modo de vida diário, para outros um salto em comprimento ganhando balanço é um puro ato de coragem.

Felizmente tenho conhecido pessoas admiráveis com a coragem toda nas mãos, agarrando a vida ao máximo, sugando o tutano todo e mandando pastar a doença ou os problemas.

Foram e são lições de vida com os chakras todos alinhadíssimos, diria um qualquer guru espiritual.

Depois há aqueles que ficam lá longe, como que numa fila enorme de supermercado de valores e ações, e que pedem aos outros para dar o salto em comprimento ou em altura por eles. Nunca terão coragem na vida. Ou melhor, terão uma coragem sem risco para eles, com 0% de risco, sem perdas aparentes.

Portanto, se calhar é melhor sentir o vento na cara ao correr numa pista de atletismo e fazer os kms todos que o corpo aguentar,  dar o mortal invertido mesmo que se caia mal e se bata de chapa na água, amar e abraçar quem queremos, sem medos, com coragem, e nadar para a margem contrária na profissão, quando sentimos que o mar está picado ( o que faremos quando tudo arde?). @mmalheiro

e5940852b4870f8af868ca5d6459be18.jpg

                                                  Audrey Hepburn, 1951, NY

                                                

 

publicado às 22:50

# O espartilho da Economia (feat. Joni Mitchell)

Em época de boas festas não deixa de ser absolutamente revoltante o espartilho da Economia em torno do cidadão comum, condicionado de todas as formas em virtude da gestão danosa de banqueiros, políticos, financeiros.

Revoltante o fecho de empresas, o continuado fecho de um país cuja Balança comercial subirá pouquíssimo no ano que virá.

Pode haver empreendedores, empresários, PME, grandes empresas mas se não houver uma ideia central de gestão, mas de gestão social, continuaremos como dizia há anos um político ,"de tanga".

Acredite-se no tempo novo, na renovação, mas, sobretudo, pense-se nas pessoas numa perspetiva de micro e macro economia. Corte-se naquilo que é acessório na "máquina do Estado", invista-se em recursos humanos nas áreas fundamentais, promova-se o real investimento sem  jogos de castelos de cartas.

Talvez assim se deixe a tanga e se vistam as tradicionais cuequinhas azuis ...

@marinamalheiro

bisada no Blog  Jazzística- Both Sides Now, Joni Mitchell, 1969 ( all rights reserved to Joni Mitchell)

 

publicado às 17:10

# Tomar o gosto pela Austeridade ( feat. Lena D'Água & Rock N' Roll Station)

                        Lena D'Água & Rock N' Roll Station, 2014 ( todos os direitos reservados a Lena D'Água & Rock N'Roll Station)

                        Depois de ler a notícia sobre o Ministro das Finanças alemão que afirmou que os resultados das eleições  (sem maioria e triunfo) eram um claro sinal de "encorajamento" para mais Austeridade.

Portanto, segundo este Ministro, os portugueses gostam de ver os seus salários diminuidos, perderem regalias sociais, empobrecerem, pagarem impostos, terem condições de atendimento míseras nos Hospitais e, finalmente, emigrarem porque não há trabalho ou não são criados postos de trabalho. 

                     [Um claro sinal ou um desejo absurdo de sofrer...]

                       @mmalheiro

 

publicado às 18:40

# Dá -me sono a Economia ( feat. Dave Mathews Band)

 dá-me sono a Economia,

 o PIB, o IRS,

a mais-valia

dá-me sono o saldo, o crédito, o débito,

os lucros, o déficit, o superavit,

a revitalização dos dias

 

dá-me sono Keynes e toda a teoria,

a troika, os orçamentos gerais de Estado,

o estado da minha bolsa, da tua, e da Maria,

não quero saber de corretagem,

do Dow-Jones, do índice que ostentas  a meio do dia, 

 

dá-me sono o deve e o haver,

a conta 33,

os fluxos de caixa,

os balancetes,

o Razão, 

o report, o Relatório anual de contas

das minhas  horas, sonhos, tristezas e alegrias, tuas e dos outros

 

desperta-me o homem social, a liberdade, a alegria,

a equidade, o salário justo, a regalia, a poesia,

o trabalho valorizado, os abonos sociais,

os valores sem mercado cambial, o amor com cotação alta, a amizade sem taxa de juro,

a microeconomia.

@marinamalheiro

https://www.youtube.com/watch?v=JphjsCqsZ4Q&index=12&list=RDBQc39GL9_Ws&hd=1

Dave Mathews Band ( all rights reserved to the magnificent Dave Mathews Band)

 

 

publicado às 03:21

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Facebook